Afinal quem é Jeová?

Afinal quem é Jeová?

Seria leviano em dizer quem ele é de fato, mas com certeza Jeová não é o Criador!

E explico isso por vários motivos:

Primeiro porque ele tem um nome

Aprende-se em numerologia e isso fica facilmente compreendido e aceito quando se entende como a numerologia funciona, que os nomes vibram e produzem reações em tudo que está à sua volta.

Ao mesmo tempo, os nomes limitam e se compreende claramente que ao se dar nome a alguma coisa, esta coisa ficou limitada às vibrações das letras que compoem seu nome.

Só coisas criadas tem nome, o Criador é inominável pois, se fossemos colocar um nome nele, o limitariamos as limitações das vibrações do seu nome.

Este é um dos motivos que se encontram tantos nomes para Jeová na Bíblia e ao se estudar Cabala compreende-se que este Deus tem 72 nomes.

Por isso ora é Elohin, ora é Adonai, ora é Jeová Jiré, ora apenas Jeová, e assim por diante…

Mas vamos continuar compreendendo outros pontos….

 

Compreendendo um pouco mais sobre o Astral

O Astral (ou uma parte do plano espiritual, o que está mais próximo de nós) é onde muitas coisas acontecem e a Bíblia se refere a ele várias vezes (sem o chamá-lo desta forma).

Lá você tem coisas e seres bons e coisas e seres não tão bons (muito embora bom e ruim é algo muito subjetivo, e assunto para outro post)

Quem criou o Astral? O Criador, bem como vários outros planos que estão “acima” do Astral.

Bem, mas no Astral você pode “construir” coisas

Uma parte sua está lá, já ouviu falar de corpo astral? Este é uma parte sua que habita o astral.

Quando você morre, ou melhor, quando seu corpo físico morre, seu corpo astral não morre no mesmo momento e compreendendo isso, você começa a compreender uma série de outras coisas e porque existe o espiritismo, por exemplo.

E como o Astral é o plano mais próximo de nós e imediatamente superior é ele que praticamente rege o plano físico.

Sabendo manipular o Astral você pode materializar coisas no físico, mudar histórias, criar tendências sobre acontecimentos e uma série de outras coisas.

Talvez comece a compreender melhor agora o que é uma “macumba” ou uma “magia”!

É a manipulação de energias e seres que habitam o Astral.

No entanto, muito embora o Astral rege o físico, é o plano físico que fornece energia para o Astral, como que numa simbiose onde um precisa e depende do outro.

E como você fornece energia para o plano Astral?

De várias maneiras:

1) Através do derramamento de sangue (sim, o ser enquanto tem vida, sustenta seu corpo astral mas, na sua morte, toda este energia pode ser canalizada e utilizada para outros seres que estão no astral)

2) Aravés do orgasmo (sim, o orgasmo é uma das fontes de energia do astral)

3) Através da ingestão de alcool e da geração de ectoplasma (toda vez que você bebe alcool você gera ectoplasma que pode ser utilizado pelo seu próprio produtor que bebeu o alcool ou por seres que estão no astral)

4) Através de intenções (todo pensamento, focado, intencional, desejo, é uma energia que também pode ser utilizada no astral)

Estes são os principais itens que alimentam os seres que habitam o Astral

Muito bem, Moisés não era um Hebreu como querem que você pense e acredite, Moisés era um Egipcio, filho de um Sumo Sacerdote que, vendo o Egito ruir treinou seu filho para ser um grande líder. E assim se deu.

Moisés cresceu dentro dos templos Egipcios e trilhou o caminho do iniciado, que o tornou um ser muito mais desenvolvido do que todos na sua época.

E como já disse, no astral você pode construir coisas, por exemplo, pode construir um ser que poderá lhe proteger, por exemplo.

Quando estava pronto, precisava de um povo para juntos, focarem e construirem um ser que os protegeria ali naquele ambiente inóspito, um deserto, cercado de inimigos por todos os lados.

E assim se deu, Moisés criou Jeová, um Deus (e eu escrevo com letras maíusculas por respeito a esta entidade) que protegeu e lutou pelos Israleitas e depois pelos Judeus enquanto estes fizeram o que era preciso para mantê-lo vivo, forte e presente.

Deram um nome a este ser: Jeová e como nação começaram a adorá-lo. Isso dá energia e poder a este ser

Há, mas para que ele ficasse forte mesmo, era necessário mortes, muitas mortes e derramamento de sangue.

Ora bastavam morte de animais e o derramamento de sangue destes para alimentar Jeová, outros momentos precisava mesmo de uma carnificina e da morte de muitos humanos que, magisticamente manobrados pelos Sacerdotes de Israel, eram todos oferecidos a Jeová, o Deus dos Israelitas, dos Judeus, de Abraão, Isaque e Jacó.

Aproveitando, você sabe da onde vem a palavra ISRAEL?

De uma trindade Egípcia:

  • ISis
  • RAh
  • EL

Pois é, o termo Israel vem do nome de 3 Deuses Egipcios

O próprio nome SARAH, significa filha (SA) de RÁ (RAH), e sendo Rá um grande Deus, sua filha era uma princesa. Por isso Sarah significa Princesa!

É, infelizmente todo o Judaísmo não é nada além de uma derivação do que se fazia no velho Egito.
Como disse, Moisés não era Hebreu, mas um Egipcio, que, partindo dos conhecimentos magisticos que tinha, criou a Nação de ISRAEL (que agora você já sabe o que significa) e seu Deus, JEOVÁ.

Por isso Jeová precisava de tanto sangue derramado, de tantos sacrificios. Pois é com o sangue que se mantem algo no astral vivo!
E lá ele permaneceu, vivo e DEFENDENDO A NAÇÃO DE ISRAEL

Sim, pois este é o motivo que se criava Deus na antiguidade, para defender seu povo nas guerras.

Por isso Jeová era implacável e mesmo a enorme quantidade de sangue envolvida nas mortes ocorridas nas guerras eram todos dedicados a Jeová dos Exércitos!!!

Leia Levítido (mas lei mesmo, abra agora a sua Bíblia e leia lá Levíticos, comece do 1:1 e vai lendo) e veja quanto sacrifício e cerimonial eram necessários para Jeová, todo o tempo.

Lógico que isso tudo foi vendido como sendo para DEUS, O CRIADOR, mas de fato não era!

Tudo não passou de uma manobra para manter JEOVÁ vivo e alerta para defender o povo de Israel

Algo totalmente compreensível, uma vez que se contassem a verdade para este povo, provavelmente jamais fariam as coisas com todo o coração como fizeram.

O antigo testamento era um livro de magia, escrito por Moises, Sumos Sacerdotes, profetas que tinham relação com o mundo espiritual.

E o mesmo acontece hoje. Muitos se utilizam ainda das mesmas “mentiras” para extrair dos seus fiéis o melhor deles, afinal, só assim conseguirão manter suas estruturas (Deuses, dentre outras coisas) no Astral vivas e atuantes.

Acha mesmo que o CRIADOR DO UNIVERSO precisaria de sacrifícios?
De forma alguma!

E quer saber mais, você pode até orar para Jeová e ele te responderá
Só que você não está conversando com o Criador…

Nesta hora ou você fala com Jeová mesmo, ou com uma outra estrutura energética que explico noutro post…

Bem, sinto te dar esta má notícia!

Jeová é sim um Deus Criado pelos Homens!!!
Mais exatamente por Moisés, mantido inicialmente pela Nação de Israel e  hoje, talvez, pelas Testemunhas de Jeová.

E portanto, não compreenda mundo espiritual como o lugar onde o CRIADOR está, não!

O Criador está muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, distante disso tudo… mas muiiiiito mesmo!!!

Já o plano espiritual começa bem aqui, pertinho da gente, no Astral e todo e qualquer desenvolvimento ou de relacionamento com o Astral ou com outros planos é sim um desenvolvimento espiritual.

No entanto, pode não ter nada a ver com um relacionamento com o CRIADOR.

E só para terminar, relembrando a numerologia, TUDO QUE TEM NOME é finito, limitado, encaixotado!

Portanto, se Jeová é um Deus com nome, ele já não é o TODO, ele NÃO PODE SER O CRIADOR.

Este ponto, muito embora seja muito difícil de enfrentar, é de vital importância para você começar a te fazer compreender muitas outras coisas…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 3 =