A controversa genealogia de Jesus

Para quem defende que a Bíblia não tem contradições temos aqui uma situação bastante delicada. O capítulo 1 de Mateus e o capitulo 3 de Lucas apresentam genealogias aparentemente irreconciliáveis entre Davi e Jesus. Além da grande diferença nos nomes, com no máximo 4 nomes coincidentes (isso se o “Matat” em Mateus corresponder ao “Matã”, em Lucas), ainda temos uma boa diferença na extensão das listas, sendo a de Lucas mais longa. Algumas hipóteses foram criadas para harmonizar as duas listas. Uma das mais conhecidas diz que a genealogia em Mateus corresponde a de José e a de Lucas a de Maria, mas não há qualquer indicação disso nos textos, até porque traçar uma genealogia pela mãe seria inadequado em um ambiente judaico. O mais provável é que sejam apenas criações apologéticas buscando provar que Jesus era o Messias. Confira abaixo as genealogias dos dois escritores bíblicos: Segundo MATEUS Segundo LUCAS Davi Davi Natã Matatá Salomão Mená Abias Meléia Asa (ou Asaf) Jonã Eliaquim José Josafá Judá Jorão Simeão Ozias Levi Joatão Matatá Acaz Jorim Ezequias Eliezer Manassés Josué Amon (Amós) Her Josias Elmadã Jeconias Cosã Adi Melqui Neri Salatiel Salatiel Zorobabel Zorobabel Resá Joanã Jodá Josec Abiud Semei Eliaquim Matatias Azor Maat Sadac Nagai Aquim Esã Eliud Naum Eleazar Amós Matataias José Janai Melqui Levi Matã Matat (Matã) Jacó Eliezer José José Jesus...

É a Bíblia inspirada por Deus?

Você sabe quando a Bíblia foi constituída? Foi no Concílio de Nicéia, em 325 EC. Ali, o imperador Romano Constantino depois de ter tido uma visão e já ter se convertido num cristão, desejou estruturar o cristianismo como religião e pediu aos seus homens mais sábios para que juntasse os livros necessários para constituir o livro que serviria de base para do cristianismo e do catolicismo Já existia naquela época a Septuaginta, com o antigo testamento, mas o novo testamento ainda não existia. Existiam vários “livros” e “cartas”, mas nada estruturado. Então partindo da Septuaginta que já existia e consultando vários destes “livrinhos”, centenas deles na verdade, juntaram os que mais eram interessantes para a religião que queriam constituir e criaram o Novo Testamento e consequentemente a Bíblia. Ocorre que neste mesmo momento eles também constituíram a Igreja Católica, já transformando Constantino no primeiro Papa. Eu então te pergunto: Estava o Espírito Santo atuando ali, naquele momento? Veja que se você disser que sim, terá que concordar que a Igreja Católica é inspirada por Deus e fruto da Ação do Espírito Santo. No entanto, se você disser que não, então não poderá olhar para a Bíblia como obra do Espírito Santo, uma vez que ambos nasceram juntos, no mesmo momento. Sim, pois aqueles homens de Nicéia ouviram o que Constantino queria e pegaram apenas os livrinhos mais adequados para constituírem a Bíblia e a Igreja Católica. É esta a Bíblia que você segue como sendo a PALAVRA DE...